terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

O homem e seu desengano.

Tito Lívio nasceu no bairro da Várzea, Recife, no dia 20 de abril de 1957. Começou a tocar violão, cantar e compor ainda na adolescência. Participante do movimento musical pernambucano desde fins da década de 70. Compositor respeitado no meio musical, Tito Lívio teve suas músicas gravadas por cantores como Alceu Valença (Arreio de Prata), Elba Ramalho (Lua Viva), Desengano (Zeca Baleiro), Santos Peregrinos (Alcymar Monteiro), entre outros.
Tito possui dois discos solos gravados: "A Fala", 1990, pela Polydisc e "Feito Pra Tocar No Rádio", 2009, com patrocínio do Funcultura, que recebeu calorosas e positivas críticas publicadas nos três grandes jornais da cidade, e que conta com as participações especiais de Alceu Valença, Elba Ramalho, Dominguinhos, Cezinha do Acordeon, Beto Hortis, Liv Morais, entre outras.

A canção escolhida para este post chama-se desengano, recentemente gravada por Zeca Baleiro no seu disco "concerto" (2010). A meu ver a música conta um desabafo de um sujeito de meia idade (possívelmente um músico rsrs) que ao ver as manifestações da juventude atual, se recorda da juventude de sua geração e em todos os sacríficios e loucuras que fez em prol de um ideal. Bem, vamos a letra da canção e a volta das letrinhas vermelhas!

Desengano
(Tito Lívio / Lula Côrtes)


Toda vez que olho o desengano
Nas frases do canto fosco dessa juventude
Vejo meu sorriso magro,
Meu corpo suado se encarquilhar
E quando franzo a testa,
E sério suo o rosto cor de madrugada
E quando me deprimo e curvo os ombros pra pensar


(Desengano é franqueza sinceridade, o autor recorda-se do tempo em que era seu o canto fosco e mal ouvido e percebe que envelheceu ("sinto meu sorriso magro, meu corpo suado se encarquilhar") porém as lembranças trazem de volta o ideal de sua juventude deixando-o inquieto ("E quando me deprimo e curvo os ombros pra pensar")


Penso nos martírios,
Todos os delírios loucos que vivenciamos
E vejo por quanto anos nos aventuramos querendo voar
Voar pra sair de perto,
De todo deserto desses abandonos,
E constatando o desengano se despedaçar.



(Os sacrifícios e atitudes consideradas fora do padrão, a rebeldia em nome de uma causa, ou talvez a própria causa. No entanto o autor entende que sua causa fora derrotada ("E constatando o desengano se despedaçar"). É como se ele já não devesse mais acreditar


Desfeito em pedaços,
Sigo no encalço desse sonho
Vejo meu sorriso magro,
Coração amargo se atrapalhar
Quando franzo a testa,
E sério suo o rosto cor de madrugada
Quando abro os olhos, olhos claros para o mar.


(Mas mesmo vendo sua ideologia cair por terra, ele insiste em "lutar" por ela. E então existe um conflito de emoções ("Vejo meu sorriso magro, coração amargo se atrapalhar")


Então é  isso meus queridos, espero ter sido claro e que vocês possam comentar e também contemplar suas opiniões a respeito. Ouçam a música abaixo e não deixem de comentar.


Um forte abraço e até a próxima.





Para ouvir outras músicas de Tito Lívio clique aqui.

5 comentários:

  1. Tito é um talento na nossa música, infelizmente, como muitos outros, ele ainda não alcançou grande notoriedade. Os CDs dele são ótimos, uma mistura de ritmos maravilhosa. Adoro essa música, como várias outras, difícil dizer qual é a minha preferida. Meu irmão, como sempre, deu show na interpretação!

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  2. Graire meu nobre, muito boa sua leitura.
    Tito faz umas letras carregadas de informações e sentimentos. De tudo que ele jah passou nessa vida. Muito boa a postagem.

    Eu quero que tu interprete aki "Foge Foge Mulher Maravilha"
    hahahahaha

    ResponderExcluir
  3. Essa música é muito profunda. Parabéns primo arrebentou na interpretação.

    bju

    ResponderExcluir
  4. Puxa! que grata surpresa encontrar esse blog.Excelente a interpretação da letra. Desengano é sem dúvida uma das mais belas músicas da nossa MPB. Tito, parceiro, amigo e irmão de artes de Lula Côrtes, tem belas composições: Lua Viva(com Lula) e Santos Peregrinos, letra e música de Tito, também muito profunda e que faz parte de A Fala.
    Parabéns pelo blog. Muito bom.

    ResponderExcluir
  5. Simetria,

    Obrigado, conheço essas canções e outras tantas, tito é sem dúvida um grande artista do qual tive o prazer de ter por perto ele e Lula faziam uma dupla da pesada.
    Mas uma vez obrigado e sinta-se à vontade para voltar e comentar sempre que quiser.

    ResponderExcluir